Programa de Iniciação Científica

Programa de Iniciação Científica

  • Programa destinado a prover experiência de pesquisa acadêmica para discentes de graduação. No momento, o PPGAd conta com docentes na orientação de projetos, apoiados pelo CNPq e pela FAPERJ.
    • Escopo, Especificidades e Desafios da Gestão cultural (prof. Frederico José Lustosa da Costa – Bolsista FAPERJ)- Este projeto tem o propósito de identificar e sistematizar, a partir de literatura da área, as bases teóricas, os instrumentos de intervenção e as boas práticas em gestão cultural. O objetivo final é a construção de um banco de dados sobre Gestão Cultural no Brasil, reunindo conceitos, práticas e representações sobre o tema e a realização de um seminário de divulgação de boas práticas e trocas de experiências entre gestores culturais. Pretende-se, assim, identificar, a partir de bibliografia pertinente, definições, elementos, funções e contextos da Gestão Cultural, bem como as variadas práticas dentro da gestão cultural.
    • Bases Teórico-Metodológicas para uma Nova História do Estado e da Administração Pública No Brasil (profa. Elza Marinho Lustosa – Bolsista FAPERJ)-  estudo da história da Administração Pública ainda não incorporou os avanços da historiografia contemporânea. Temas, métodos e fontes utilizadas pela Nova História ainda não são utilizadas na história administrativa. É hora de introduzir novas bases técnico-metodológicas para superar a abordagem tradicional da história “evenementiel” que se pratica hoje.  O projeto pretende examinar e discutir essas fragilidades epistemológicas, historiográficas e conceituais para apoiar o estabelecimento de um programa de constituição da Nova História da Administração Pública.
    • Proposta de Desenvolvimento de Modelo de Avaliação de Governo Aberto aplicado ao Contexto Brasileiro (prof. Joel de Lima Pereira Castro Junior e prof. Gustavo de Almeida – 01 Bolsista FAPERJ e 01 Bolsista CNPq)- Soluções de governo eletrônico estão associadas a uma maior transparência. O benefício da transparência das ações governamentais é amplamente reconhecido. Além disso, a participação do cidadão é cada vez mais uma demanda da sociedade. No entanto, embora existam algumas propostas de mensuração do grau de participação e transparência, as medidas ainda estão em estágio inicial. A presente proposta de pesquisa tem como objetivo criar uma medida, escala ou índice para mensurar o grau de Governo Aberto, utilizando definições e modelos mais completos de transparência e participação, validar e aplicar este modelo para avaliar websites da Administração Pública Brasileira, em seus diferentes níveis.
    • Probabilidades para preços de Commodities: evidências da modelagem Log-Normal (prof. Ariel Levy – 01 Bolsista CNPq)- A volatilidade experimentada nos preços das commodities, nas duas últimas décadas, desafiam os gestores em seus planejamentos, apresentando efeitos nocivos para a economia brasileira que possuí uma extensa pauta de atividades atreladas a estas. Este estudo pretende examinar os cenários de preços para diferentes commodities de forma sistemática. Seguindo o modelo descrito em Schwartz e Smith (2000) pode-se obter os parâmetros do processo de preços conforme recomenda a literatura de finanças. A calibração é obtida a partir da estrutura a termo dos preços futuros. Como os preços à vista apresentam uma distribuição condicional log-normal pode-se calcular a probabilidade de um dado preço para certo horizonte de tempo. E assim, torna-se possível traçar cenários para diversas indústrias e mesmo para economias especializadas em commodities como a brasileira.
    • Impactos do preço do petróleo nos indicadores e risco fiscal da economia fluminense  (prof. Ariel Levy – 01 Bolsista FAPERJ)-  As flutuações nos preços das commodities primárias provocam oscilações nas expectativas de preços agregados e impactam a economia, o que  vêm estimulando a elaboração de políticas públicas tanto domésticas quanto internacionais.A relevância das commodities na economia é tema explorado na literatura em trabalhos teóricos e empíricos. Identificar e quantificar esses impactos em modelos preditivos tem se constituído um desafio a gestores públicos e privados para seu planejamento. No Brasil, os gestores municipais e estaduais tem um desafio ainda maior por enfrentarem a flutuação das receitas e um engessamento nas despesas inclusive por força da LRF. Diversas comunidades fluminenses tiveram sua dinâmica  socioeconômica alteradas, gerando dependência ao petróleo nas últimas décadas. A economia fluminense inicialmente foi beneficiada com esta alteração experimentando, na  época, um forte desenvolvimento. Entretanto,  este movimento se revelou irregular  nos últimos anos e demandam investigação.O projeto proposto busca verificar a influência dos movimentos do preço do petróleo e do indicador de risco nas finanças do Estado do Rio de Janeiro por meio de análises econométricas, utilizando OLS, GMM e VAR.

 

Copyright ©2016 - STI - Todos os direitos reservados